capa

Homem se entrega após manter ex-enteada refém em Nova Santa Rita

Criminoso tinha intenção de matar ex-namorada

Por
Eduardo Amaral

Menina ficou sob mira de revólver por cinco horas

publicidade

Por não aceitar a separação da namorada, um homem fez as filhas da ex-companheira reféns, na noite desta terça-feira em Nova Santa Rita. Por volta das 22h, ele liberou duas crianças e permaneceu com uma menina de 14 anos presa na casa. A Brigada Militar, o Batalhão de Operações Especiais (Bope) e unidades da região foram até a rua A no bairro Califórnia e conseguiram encerrar o caso, sem vítimas, por volta da 1h. Foram quase cinco horas sob a mira de um revólver.

Eram 19h40min, quando o homem se escondeu em um matagal, perto de uma parada de ônibus. Ele esperava a ex-namorada que viria do serviço. No entanto, uma mulher, parecida com a ex do sequestrador, desceu do coletivo e ele a atacou. Quando percebeu que não era quem ele pensava, largou a vítima, que saiu correndo. Ela foi direto falar com os PMs da ronda comunitária.

Momentos depois, os soldados chegaram ao local. Vendo os policiais militares, o homem fez disparos contra eles e saiu correndo, entrando na casa da ex-namorada. Dentro do imóvel, os três filhos da mulher foram surpreendidos. Pouco depois das 21h, ele, que é foragido da Justiça e usa tornozeleira eletrônica, voltou a atirar. Logo depois, libertou as duas crianças e se trancou com a adolescente dentro de casa, ficando às escuras.

Por volta das 22h50min, ele começou a ameaçar botar fogo na casa. Os bombeiros foram mobilizados para atuar rapidamente, em caso de necessidade. A irmã dele tentou conversar, mas não obteve sucesso, enquanto o homem exigia que a ex-mulher entrasse na residência. Ele finalmente se entregou já no início da madrugada.