Inquérito é aberto pela Polícia Civil para apurar afogamento de jovem em TramandaÍ

Inquérito é aberto pela Polícia Civil para apurar afogamento de jovem em TramandaÍ

Delegado Paulo da Silva Perez quer esclarecer as circunstâncias da morte da vítima ao nadar no rio Tramandaí

Correio do Povo

Efetivo do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul localizou o corpo na beira mar

publicidade

O titular da DP de Tramandaí, delegado Paulo da Silva Perez, confirmou oficialmente na manhã desta quarta-feira que o corpo encontrado na beira da praia é mesmo do jovem Jone dos Santos Ribeiro dos Santos, 21 anos, que havia desaparecido perto da foz do rio Tramandaí, no limite com Imbé, no Litoral Norte. “É ele mesmo 100%. Já instaurei inquérito”, afirmou. “Ele desapareceu quando estava acompanhado de três amigos que registraram inclusive a ocorrência”, observou. O cadáver foi localizado nas imediações da plataforma de pesca pelo efetivo do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul (CBMRS), através do 9ºBBM, na tarde desta terça-feira.

O delegado Paulo da Silva Perez explicou que o inquérito tem prazo de 30 dias. Neste período, ele pretende ouvir os depoimentos dos três amigos como testemunhas e juntar os laudos do Instituto-Geral de Perícia. “Temos de ouvir os detalhes para ver as circunstâncias. A morte em tese foi violenta, pois foi afogamento, temos então de apurar as circunstâncias da morte”, esclareceu

O desaparecimento nas águas do rio Tramandaí ocorreu na madrugada da quinta-feira passada, dia 10. O relato dos amigos é de que o jovem atravessar o rio a nado e acabou pedindo socorro no meio da travessia, desaparecendo em seguida nas águas e arrastado pela correnteza em direção ao mar. A vítima residia no bairro Mathias Velho, em Canoas.

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895