Integrantes de "braço" de facção são presos pela Polícia Civil em São Leopoldo

Integrantes de "braço" de facção são presos pela Polícia Civil em São Leopoldo

Grupo atua sobretudo no tráfico de drogas no bairro Feitoria

Correio do Povo

Pichações em muro demarcam área de atuação dos criminosos

publicidade

A Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) de São Leopoldo, chefiada pelo delegado Ayrton Figueiredo Martins Júnior, confirmou nesta quinta-feira a prisão de nove integrantes de um “braço” da facção criminosa Os Manos. Os indivíduos fazem parte do grupo intitulado como "Morto de Fome” ou “MDF”, possuindo como símbolo a figura de um ET de cor verde para demarcar a área de atuação. Pichações com a imagem podem ser vistas em muros do bairro Feitoria.

Voltada ao combate sobretudo contra o narcotráfico, a operação UFOs foi deflagrada desde o dia 12 deste mês e encerrou na última quarta-feira. Houve o cumprimento de nove mandados de prisão, sendo que seis deles no sistema prisional e outros três na região.

No total, dez membros do grupo foram indiciados por associação ao tráfico de drogas. Um dos investigados permanece foragido. Muitos deles têm antecedentes inclusive por roubo e homicídio.

No último ano, a Draco de São Leopoldo já havia realizado vários monitoramentos do tráfico de drogas na região, que resultaram em seis prisões em flagrante e o no fechamento de um dos pontos de venda de drogas mais conhecidos da cidade. No período, os policiais civis identificaram lideranças que comandam o esquema criminoso a partir do interior de presídios gaúchos.

Informações mesmo sob anonimato podem ser repassadas através do WhatsApp (51) 985-856-118, da Draco de São Leopoldo.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895