Jovem é preso após arrombar escola na zona Sul de Porto Alegre

Jovem é preso após arrombar escola na zona Sul de Porto Alegre

Assaltante foi detido em flagrante com materiais furtados nesta terça

Correio do Povo e Rádio Guaíba

Jovem saiu do local com uma lata de tinta, um estabilizador e um teclado de computador

publicidade

* Com informações de Eduardo Paganella

Um jovem de 24 anos foi preso em flagrante após arrombar e furtar materiais da Escola Estadual Ildo Meneghetti, no bairro Restinga, zona Sul de Porto Alegre. A ação ocorreu na madrugada desta terça-feira.

Policiais militares à paisana monitoraram a escola e perceberam que uma das grades estava aberta e que havia movimentação na área interna. O criminoso foi detido quando fugia por uma grade sobre um muro da instituição. Com ele, agentes da Brigada Militar apreenderam um estabilizador e um teclado de computador, além de uma lata de tintas. Ele foi encaminhado ao Palácio da Polícia.

Segundo a diretora da escola, Carla Guimarães, que atua no local desde 2009, somente neste ano a instituição já registra mais de 20 arrombamentos, embora não saiba exatamente quantas vezes houve invasão e atos de vandalismo. Nem todos os casos foram registrados na Polícia, pois, em outras ocasiões, a diretora aguardou dois ou até três ataques antes de registrar as invasões à instituição.

“A gente já está utilizando algumas táticas, escondendo alguns materiais”, destacou sobre o clima de insegurança na escola em entrevista à Rádio Guaíba na manhã desta terça. Ela também disse que a prisão do homem é um pequeno alívio diante dos contantes ataques à instituição.

Carla já solicitou à Secretaria de Educação do Rio Grande do Sul um policial militar residente para garantir a segurança da escola, mas aguarda a tramitação do processo. A instituição está sem aula nesta terça porque os professores estão fazendo um protesto em frente à Secretaria Municipal de Educação (SMED). O colégio também havia sido atacado na madrugada de segunda-feira.

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895