Justiça condena trio na morte de jovem durante assalto em parada de ônibus em Porto Alegre

Justiça condena trio na morte de jovem durante assalto em parada de ônibus em Porto Alegre

Um homem foi condenado a 28 anos de reclusão e um ano de detenção, enquanto um outro cúmplice e uma mulher receberam sentença de 31 anos e dois meses, todos em regime fechado

Correio do Povo

Latrocínio ocorreu na noite de 23 de setembro do ano passado

publicidade

A Justiça condenou os três réus responsáveis pela morte de Cristiane da Costa dos Santos, 20 anos, atingida com tiro no peito durante assalto em uma parada de ônibus em frente ao Barra Shopping Sul, na avenida Chuí, no bairro Cristal, em Porto Alegre, na noite de 23 de setembro do ano passado.

Um dos acusados recebeu pena de 28 anos de reclusão e um ano de detenção. Já um outro cúmplice e uma mulher foram sentenciados a 31 anos e dois meses de reclusão. Todos devem cumprir as penas em regime fechado.

Eles já estão recolhidos no sistema prisional e não poderão apelar em liberdade. Cabe recurso da decisão proferida pela Juíza de Direito Betina Meinhardt Ronchetti, da 16ª Vara Criminal do Foro Central da Capital.

Conforme a magistrada, as provas e depoimentos de testemunhas confirmaram as autorias do latrocínio. "O contexto probatório demonstra claramente que todos os réus participaram ativamente do delito, tanto da preparação - momento em que se armaram e combinaram de sair para assaltar dividindo as tarefas -, quanto da execução, ao se deslocarem até o local e abordar as vítimas", afirmou.

O Ministério Público denunciou o trio pelo crime. Os denunciados, mediante grave ameaça e com emprego de arma de fogo, assaltaram sete vítimas que estavam aguardando o transporte na parada de ônibus. A mulher dirigia o carro e aguardou os cúmplices realizarem os roubos de telefones celulares, fugindo os três em seguida.  


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895