Líder de grupo criminoso do RS tinha esconderijo em praia e foi surpreendido com prisão, diz polícia

Líder de grupo criminoso do RS tinha esconderijo em praia e foi surpreendido com prisão, diz polícia

Alemão tinha quatro mandados de prisão preventiva decretados e foi detido pelos agentes da DP de Capturas do Deic da Polícia Civil

Correio do Povo

Vindo de helicóptero, criminoso foi levado à sede do Deic em Porto Alegre

publicidade

O criminoso considerado de alta periculosidade que foi preso em São Paulo pela Polícia Civil, vulgo Alemão ou Gordo, de 37 anos, estava escondido na praia de Guarujá, no Litoral Sul de SP. Ele é um dos líderes do grupo Os Alemão, que atua no bairro Restinga, em Porto Alegre, e tem ligação com a facção Os Manos, da região do Vale do Rio dos Sinos. O nome dele constava na lista dos mais procurados da instituição.

A prisão foi efetuada pelos agentes da DP de Capturas (Decap) do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), sob comando do delegado Arthur Raldi. Uma equipe policial estava desde a última segunda-feira na cidade paulista.

Durante monitoramento, os policiais civis abordaram na manhã desta quarta-feira o criminoso no momento em que entrava em uma farmácia no bairro Vila Alzira. "A reação dele foi de completa surpresa e ainda tentou esboçar uma reação para evitar a prisão, mas estamos preparados para este tipo de situação", afirmou o titular da Decap.

Segundo o delegado Arthur Raldi, o criminoso estava foragido desde agosto de 2019. Além de mandado de prisão preventiva da 4ª DPHPP, o foragido tinha outras três ordens judiciais semelhantes. Alemão possui extensa ficha criminal por homicídios, associação criminosa, tráfico de drogas, associação ao tráfico, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, entre outros delitos. "Ele possui diversas acusações por homicídios", acrescentou.

Alvo inúmeras vezes do Departamento Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa e que fez a solicitação de apoio à captura, ele já foi investigado até pelo Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc).

O titular da Decap observou que o foragido estaria “estreitando contatos” com facções cariocas e paulistas. "Desde 2019 começamos este trabalho e aos poucos foram surgindo informações", recordou, citando que o bandido passou pelo RJ antes de chegar em SP.

Sob um forte esquema de segurança, Alemão foi trazido de SP para Porto Alegre no helicóptero da Polícia Civil. Depois da realização das formalidades legais concernentes a sua prisão, ele foi encaminhado diretamente ao sistema penitenciário.

Foto: PC / Divulgação / CP


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895