Líder de quadrilha gaúcha preso em SC já está em Porto Alegre

Líder de quadrilha gaúcha preso em SC já está em Porto Alegre

Rafael Seco, 30 anos, estava foragido desde julho de 2017

Correio do Povo

Assim que chegou a Capital do Estado, o criminoso foi encaminhado ao Departamento Estadual de Investigações Criminais

publicidade

Preso em Santa Catarina, enquanto trafegava com um Jeep Renegade pela BR 101, Rafael Seco, de 30 anos, líder uma das principais quadrilhas gaúchas de roubo a bancos, carros-fortes e lotéricas, já está em Porto Alegre. Assim que chegou a Capital do Estado, o criminoso foi encaminhado ao Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic).

No momento em que foi abordado, por policiais rodoviários, em Biguaçu, ele portava documentos falsos. O criminoso estava foragido desde julho de 2017, quando escapou do regime semiaberto. Ele havia sido detido em 2013 e estava na Colônia Penal Agrícola de Charqueadas.

O trabalho de investigação dos policiais civis já ultrapassava um ano. Em agosto passado, um dos principais integrantes da quadrilha, vulgo Acerola, 30 anos, havia sido preso em Gravataí pela equipe da 1ª Delegacia de Repressão a Roubos. Já em maio deste ano, uma operação no RS e SC deteve três integrantes da organização criminosa, sendo um deles na praia dos Ingleses, no Norte da Ilha de Florianópolis. Na ocasião, Rafael Seco não foi localizado pelos agentes.

A quadrilha do criminoso foi responsável por três assaltos em novembro de 2017 em Porto Alegre. No dia 3, ocorreu o roubo da agência do Banrisul na avenida França, no bairro Navegantes. Seis criminosos renderam vigilantes e levaram o dinheiro dos caixas eletrônicos e do cofre.

No dia 11, o bando atacou um carro-forte na travessa Arno Phillip, no bairro Anchieta. Um dos três vigilantes do blindado teve inclusive um simulacro de artefato explosivo amarrado no corpo. Em setembro de 2017, a organização criminosa também cometeu assaltos no Bradesco da avenida Assis Brasil, em Porto Alegre; e em uma agência lotérica no interior do Shopping Bourbon Ipiranga em setembro; além de um roubo em dezembro em outra lotérica de Alvorada.

Conforme a Polícia Civil, Rafael Seco já trabalhou com Cafuringa, outro conhecido assaltante de banco e carro-forte sendo que ambos são acusados de participarem do assalto ao Banco do Brasil na cidade catarinense de Içara em dezembro de 2011.

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895