Líder do narcotráfico internacional na fronteira do Paraguai com o Brasil é preso no Mato Grosso

Líder do narcotráfico internacional na fronteira do Paraguai com o Brasil é preso no Mato Grosso

Operação da Polícia Federal e Secretaria Nacional Antidrogas (Senad) foi deflagrada em Sinop

Correio do Povo

Samura comanda grupo paraguaio que abastece facção brasileira Comando Vermelho com cocaína e armamento

publicidade

A Polícia Federal anunciou a captura de uma das principais lideranças do tráfico internacional de drogas na fronteira do Paraguai com o Brasil. Trata-se do criminoso conhecido como Samura, de 49 anos, que foi preso em uma operação conjunta com a Secretaria Nacional Antidrogas (Senad) do Paraguai na última segunda-feira. A operação policial ocorreu no município de Sinop, no Mato Grosso.

Natural de Capitán Bado, o narcotraficante comanda uma organização criminosa paraguaia que possui fortes conexões com a facção brasileira Comando Vermelho, do Rio de Janeiro, e responsável pelo envio de grandes carregamentos de cocaína da Bolívia para o Brasil. O foragido também administra um esquema de lavagem de dinheiro em solo paraguaio.

Além de atuar no envio de cocaína, Samura fornece armas de grosso calibre à facção carioca e utiliza propriedades rurais em território paraguaio como estrutura logística para aterrissagem e decolagem de pequenas aeronaves carregadas com drogas e armamentos. A organização criminosa movimentaria 20 milhões de dólares mensais.

O traficante já havia sido preso em outubro de 2018 no Paraguai. No entanto, ele foi resgatado quando estava sendo levado do fórum para o presídio em Assunção, em 11 de setembro de 2019. A ação foi extremamente violenta, sendo utilizadas armas de fogo de grosso calibre. Um oficial da polícia paraguaia foi morto na ocasião, restando outros três feridos.


Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895