Mais de R$ 2,5 milhões em cigarros falsificados são encontrados em depósito em Estância Velha

Mais de R$ 2,5 milhões em cigarros falsificados são encontrados em depósito em Estância Velha

Local era usado por uma facção criminosa que movimentava R$ 500 mil por semana

Correio do Povo

Mercadoria ilícita foi encontrada no prédio e dentro de um caminhão baú

publicidade

A Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) de São Leopoldo apreendeu mais de R$ 2,5 milhões em cigarros falsificados nesta quarta-feira em Estância Velha. A mercadoria ilícita pertence a uma organização criminosa que atua na região do Vale do Rio dos Sinos. A movimentação financeira semanal no esquema seria ao redor de R$ 500 mil.

A equipe chefiada pelo delegado Ayrton Martins Júnior investigava um suposto depósito de cargas, oriundas de furto ou roubo, no bairro Sol Nascente, em Estância Velha. Os policiais civis verificaram que o depósito ostentava o nome de uma empresa de fachada que supostamente atuaria no ramo alimentício. O local foi então monitorado para verificar a movimentação, sendo feitas inclusive filmagens dos suspeitos.

Ao amanhecer desta quarta-feira, um caminhão baú, com luzes apagadas, estava saindo do local, sendo imediatamente abordado pelos agentes da Draco de São Leopoldo. A carroceria fechada estava abarrotada de caixas de papelão contendo pacotes de cigarros falsificados. No interior do depósito também foi recolhido o restante da mercadoria. Dois indivíduos foram presos em flagrante. As investigações terão prosseguimento.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895