Mergulhadores realizam terceiro dia de buscas ao menino que caiu no córrego em Alvorada

Mergulhadores realizam terceiro dia de buscas ao menino que caiu no córrego em Alvorada

Toda a extensão do riacho é vasculhada pelo efetivo da Companhia Especial de Busca e Salvamento

Correio do Povo

Equipes enfrentam correnteza e turvamento da águas, além de entulhos, detritos, troncos e galhos de árvores

publicidade

As buscas ao menino Nicolas Ferreira Ribeiro, de dez anos, desaparecido em um córrego no domingo passado, foram retomadas nesta terça-feira em Alvorada. O trabalho foi reforçado pelo efetivo da Companhia Especial de Busca e Salvamento (CEBS) do Corpo de Bombeiros Militar, de Porto Alegre, que decidiu enviar agora duas equipes com botes para realizar a varredura no riacho, situado ao lado da avenida Beira-Mar, no bairro Umbu.

Os mergulhadores cobrem toda a extensão com cerca de dois quilômetros do córrego que desemboca até o rio Gravataí. Além das águas turvas, a forte correnteza prejudica o trabalho acrescida da presença de entulhos, detritos, troncos e galhos de árvore. O efetivo do 8º Batalhão de Bombeiros Militar (8º BBM) também está mobilizado.

Nicolas desapareceu nas águas nesse domingo / Foto: Vanessa Pires / Record TV RS / Divulgação / CP

As buscas são acompanhadas por familiares da criança. Moradores usam barcos próprios na tentativa de colaborar, mas os bombeiros militares pedem que tenham cuidado e usem coletes salva-vidas. O menino caiu na tarde de domingo no arroio quando estava acompanhada do irmão de 11 anos. A criança tentou lavar os pés e chinelos na água e escorregou para dentro do córrego, afundando e não sendo mais visto. A Brigada Militar e Guarda Municipal também prestaram ajuda na ocorrência.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895