Militar reformado suspeito de matar o servidor da prefeitura de Jaguari é preso

Militar reformado suspeito de matar o servidor da prefeitura de Jaguari é preso

A vítima, Gustavo Medeiros, 28 anos, o Guga, foi morta a tiros na última quarta-feira

Correio do Povo

Duas espingardas, uma pistola e mais de 50 munições foram apreendidas

publicidade

O suspeito de matar o servidor público municipal Gustavo Medeiros, 28 anos, o Guga, da Prefeitura de Jaguari, está preso. Após tratativas por parte do advogado dele, o acusado, de 58 anos, um militar reformado, apresentou-se na noite dessa quinta-feira na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Santiago, onde foi efetivado o cumprimento do mandado de prisão preventiva.

Diversas diligências vinham sendo realizadas pela Polícia Civil para localizá-lo e esclarecer o crime ocorrido na tarde da última quarta-feira no prédio da Secretaria Municipal de Turismo, Cultura e Desporto de Jaguari. A vítima foi baleada com vários tiros e faleceu no final da noite em um hospital de Santa Maria, devido aos graves ferimentos.

Após representação da autoridade policial, o Poder Judiciário decretou a prisão preventiva e dois mandados de busca e apreensão. As ordens judiciais foram cumpridas na tarde de quinta-feira pelos agentes da DP de Jaguari. Na residência e no local de trabalho do investigado, os policiais civis apreenderam duas espingardas, uma pistola e mais de 50 munições de diferentes calibres.

Além de servidor municipal, a vítima era proprietária de uma imobiliária. As primeiras informações sobre o crime apontam que o acusado crime seria proprietário de uma empresa concorrente e manteria uma relação conflituosa em decorrência disto. Após as formalidades legais, o suspeito foi encaminhado ao Exército Brasileiro, por se tratar de militar reformado, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Em nota oficial, a Prefeitura de Jaguari declarou pesar pelo “trágico falecimento do servidor municipal”, que estava lotado na Secretaria Municipal de Turismo, Cultura, Desporto e Lazer.

“Rogamos a Deus que conforte seus familiares e amigos, dando-lhes forças para suportar a ausência de uma pessoa amável”, manifestou-se o prefeito Roberto Carlos Boff Turrchiello e o vice-prefeito e Lucas Denardi Cattelan no comunicado.

Houve decretação de luto oficial de três dias na cidade. Nas redes sociais, o clima é de comoção. O sepultamento de Gabriel Medeiros ocorreu no final da tarde de quinta-feira no Cemitério Municipal de Jaguari.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895