Mortos dois suspeitos de atacarem agência do Sicredi em Porto Belo, em Santa Catarina

Mortos dois suspeitos de atacarem agência do Sicredi em Porto Belo, em Santa Catarina

Um terceiro envolvido no assalto foi preso nas investigações sobre o roubo ocorrido no dia 22 deste mês

Correio do Povo

Houve a apreensão de revólveres, munições, réplica de pistola, R$ 7 mil em dinheiro, celulares e roupas

publicidade

Dois suspeitos de envolvimento no roubo a uma agência da cooperativa de crédito gaúcha Sicredi em Porto Belo, em Santa Catarina, foram mortos em confronto com policiais militares. Já um terceiro indivíduo foi preso pelos policiais civis. 

O ataque ao Sicredi ocorreu no dia 22 deste mês, quando ao menos três criminosos mascarados e fortemente armados levaram um malote com dinheiro. Dois deles estouraram a porta de vidro da entrada da agência. Dentro, eles anunciaram o assalto e renderam quem estava no local.

Na noite da última quarta-feira, o efetivo do 25º BPM da PMSC localizou um veículo com dois suspeitos em Barra do Sul. O carro foi seguido até uma residência no bairro Salinas, onde ocorreu então o incidente que resultou nos dois suspeitos baleados. Houve a apreensão de dois revólveres com seis munições cada, uma réplica de pistola, pouco mais de R$ 7 mil em dinheiro, dois telefones celulares, peças de roupa possivelmente usadas no crime e uma porção de maconha.

Os dois mortos já teriam participado em julho deste ano do roubo a uma cooperativa de crédito em Itajaí. O modo de atuação foi o mesmo que em Porto Belo. Já a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão e Antissequestro (DRAS) da Diretoria Estadual de Investigações Criminais prendeu um terceiro autor do roubo ao Sicredi em Porto Belo. Ele seria o condutor do Chevrolet Cruze, de cor prata, utilizado para fuga. As investigações prosseguem para esclarecer totalmente o crime.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895