MP do Rio prende dois denunciados do "Escritório do Crime"
capa

MP do Rio prende dois denunciados do "Escritório do Crime"

Autoridades também cumprem mandados de busca e apreensão na manhã desta terça-feira (30)

Por
R7

MP do Rio prende dois denunciados do "Escritório do Crime"


publicidade

O Ministério Público do Rio de Janeiro prendeu dois denunciados de participar de uma organização criminosa conhecida como "Escritório do Crime", que se dedica a homicídios por encomenda, nesta terça-feira (30). Também foram cumpridos mandados de busca e apreensão. A ação do MPRJ aconteceu com apoio das Polícias Civil e Militar. 

Segundo o MP, o grupo possuía ligação estreita com Adriano Magalhães da Nóbrega, conhecido como 'Capitão Adriano', que teve prisão decretada, ficou foragido e foi morto por agentes do Bope em 9 de fevereiro deste ano na Bahia, durante operação visando sua captura. 

O Ministério Público afirma que "na atuação do grupo criminoso há emprego ostensivo de armas de fogo de grosso calibre. A agressividade e destreza nas ações finais revelam um padrão de execução. Fortemente armados e com trajes que impedem identificação visual, tais como balaclava e roupas camufladas, os atiradores desembarcam do veículo e progridem até o alvo executando-o sem chances de defesa".

O MP afirma que um dos presos exerce a chefia sobre os demais, responsável pela negociação, o planejamento, a operacionalização e a coordenação quanto à divisão das tarefas criminosas a serem executadas por seus asseclas, sendo forte braço armado. 


Já o comparsa, irmão e homem de confiança do outro, atua como motorista do grupo, tendo ainda como incumbência o levantamento, a vigilância e o monitoramento das vítimas. Outros dois denunciados, que são ex-policiais militares, cumprem funções semelhantes, sendo ainda braços armados.