Mutirão de testagem de detecção do novo coronavírus é realizado em toda a Polícia Civil

Mutirão de testagem de detecção do novo coronavírus é realizado em toda a Polícia Civil

Cerca de 5 mil testes foram doados pelo Instituto Cultural Floresta e serão aplicados até o próximo dia 24

Correio do Povo

Em Porto Alegre, o atendimento acontece no Salão Nobre do Palácio da Polícia

publicidade

Cerca de 5 mil testes rápidos para detecção do novo coronavírus estão sendo aplicados a partir desta sexta-feira em todos os servidores da Polícia Civil. O mutirão será realizado até a próxima quarta-feira, dia 24. Os kits foram doados pelo Instituto Cultural Floresta (ICF) através de uma parceria firmada com a corporação.

O Exército Brasileiro presta apoio na aplicação dos testes em Porto Alegre e no Interior do Estado. Funcionários terceirizados da limpeza nas delegacias também estão incluídos. Na Capital, o atendimento acontece no Salão Nobre do Palácio da Polícia.

A Chefe de Polícia Civil, delegada Nadine Anflor, destacou que o objetivo principal desta ação é frear qualquer tipo de contaminação por pelo menos dez dias dos policiais civis que estão trabalhando na linha de frente e se expondo ao vírus.

“Reforço que o principal é o uso de todos os equipamentos de segurança, principalmente a obrigatoriedade de uso de máscara durante todo o tempo que estiverem trabalhando, seja no interior das delegacias, seja dentro das viaturas ou também nas ruas”, afirmou.

A delegada Nadine Anflor lembrou que muitos agentes no Interior já fizeram o teste. “Algumas regiões já tinham conseguido a testagem, como em Santa Maria”, citou. A orientação da instituição é de que os policiais civis que positivaram sejam imediatamente afastados por sete dias. Atualmente existem em torno de 70 servidores que tiveram resultado positivo no teste.

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895