"Não chora a família de um inocente", diz Bolsonaro sobre sequestro
capa

"Não chora a família de um inocente", diz Bolsonaro sobre sequestro

Autor do crime foi baleado e morreu ao descer do ônibus onde mantinha reféns

Por
R7

Presidente usou rede social para comentar sequestro à ônibus no Rio

publicidade

O presidente Jair Bolsonaro parabenizou a ação policial no sequestro do ônibus na Ponte Rio-Niterói, no Rio de Janeiro, nesta terça-feira. Bolsonaro disse que "hoje não chora a família de um inocente". Na manhã desta terça, um homem que fez 37 pessoas reféns em um ônibus foi baleado e morto pela Polícia Militar (PM) do Rio de Janeiro.
 

 


O homem foi baleado ao sair do ônibus e jogar um objeto aos negociadores. Segundo informações da Record TV Rio, o sequestrador não resistiu aos ferimentos. O sequestrador usava uma arma de brinquedo e havia espalhado combustível por todo o ônibus.

Momentos antes do término do sequestro, o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), que comandava as negociações, pediu para que o espaço aéreo no entorno da ponte fosse fechado e as equipes de televisão se afastassem. Em contato com a Record TV Rio, uma fonte da Polícia Militar declarou que o sequestrador estava acompanhando a cobertura da imprensa por um aplicativo de televisão no celular.