Nova Petrópolis era o destino de 13,8 toneladas de maconha apreendidas no Mato Grosso do Sul

Nova Petrópolis era o destino de 13,8 toneladas de maconha apreendidas no Mato Grosso do Sul

Droga estava escondida sob um carregamento de grão de milho em uma carreta com placas do Paraná

Correio do Povo

Entorpecente saiu de Rio Brilhante (MS)

publicidade

A cidade gaúcha de Nova Petrópolis era o destino final das cerca de 13,8 toneladas de maconha apreendidas pela Polícia Rodoviária Federal do Mato Grosso do Sul. O flagrante ocorreu na última segunda-feira na BR 163, em Mundo Novo.

No trecho da estrada, uma carreta Scania, com placas de Apucarana, no Paraná, foi abordada. Na vistoria nos semirreboques atrelados ao caminhão, o efetivo da PRF descobriu os fardos da droga escondidos sob um carregamento de grãos de milho.

O motorista do veículo, de 30 anos, foi preso por tráfico de entorpecentes. Ele confessou que buscou a carreta em Rio Brilhante e que levaria até o Rio Grande do Sul, mais precisamente em Nova Petrópolis, na Serra. A ocorrência foi encaminhada para a Polícia Federal, que vai investigar a rota do narcotráfico.

ELDORADO DO SUL

No RS, a PRF prendeu uma traficante, de 42 anos, com aproximadamente um quilo de maconha na segunda-feira na BR 290, em Eldorado do Sul. Dois tijolos da droga estavam colados no corpo dela, debaixo das roupas. O entorpecente é suficiente para produzir cerca de 2 mil cigarros destinados ao consumo.

Natural de Porto Alegre, a mulher dirigia um Ford Ka, com placas da cidade, acompanha da filha adolescente de 14 anos como despiste. De acordo com os policiais rodoviários federais, ela já possui passagens policiais por roubo de veículo, lesão corporal, falsidade ideológica, receptação, furto e ameaça.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895