Novo superintendente regional da Polícia Federal no Rio Grande do Sul é empossado

Novo superintendente regional da Polícia Federal no Rio Grande do Sul é empossado

Delegado Aldronei Antonio Pacheco Rodrigues comanda a partir de agora a instituição

Correio do Povo

Ele destacou as parcerias com outras forças de segurança pública e a qualidade dos servidores da PF

publicidade

O novo superintendente regional da Polícia Federal no Rio Grande do Sul, delegado Aldronei Antonio Pacheco Rodrigues, 51 anos, foi empossado no final da manhã desta segunda-feira em Porto Alegre. A cerimônia ocorreu com as presenças do diretor-geral da Polícia Federal, delegado Paulo Gustavo Maiurino, e do vice-governador e secretário estadual da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, entre outras autoridades.

A solenidade foi antecedida pela inauguração da foto do delegado José Antônio Dornelles de Oliveira na galeria de ex-superintendentes regionais da instituição no RS na sede da PF, localizada na avenida Ipiranga, no bairro Azenha, na Capital. Em seu discurso de posse, o novo superintendente da Polícia Federal agradeceu o colega pela “condução com maestria das atividades desempenhadas pela Polícia Federal”.

“Mesmo diante das severas dificuldades impostas pela pandemia, os indicadores operacionais desta superintendência regional foram elevados ao topo, de forma inédita, com merecido destaque em âmbito nacional”, destacou o delegado Aldronei Antonio Pacheco Rodrigues, ressaltando ainda o trabalho dos outros antecessores nas últimas décadas.

“Por opção profissional e de vida, tenho me dedicado ao longo dos anos quase que exclusivamente ao combate à corrupção, por identificar na Polícia Federal um papel central nesse enfrentamento, no mister, cada vez mais utópico, reconheço, de encurtar a distância entre a lei e o universo dos agentes públicos venais, inclusive de níveis mais elevados da estrutura estatal”, afirmou no discurso.

“Pretendo, na gestão que se inicia, reafirmar com ações a importância dessa atuação, sem prejuízo, é claro, das demais temáticas afetas à Polícia Federal. E, para tanto, assumo o compromisso de lutar pela manutenção de nossos qualificativos institucionais mais caros: o rigor técnico, independência funcional e inegociável servidão aos objetivos republicanos, tudo o que, até hoje, tem destacado a Polícia Federal entre as instituições mais respeitadas do país”, assegurou.

Ele enfatizou ainda a parceria contra as demais forças de segurança pública sejam federais, estaduais e municipais, além de órgãos e entidades da Administração Pública e do Poder Judiciário nas três esferas. “Valho-me, também, do conhecimento das especificidades desta regional, da noção clara do potencial de cada um e da convicção de que o servidor, independente do cargo que ocupe, reclama posição central em nossa gestão, pois não há bons resultados divorciados de reconhecimento, motivação, valorização e respeito”, declarou o novo superintendente regional da Polícia Federal no Rio Grande do Sul.

O delegado Aldronei Antonio Pacheco Rodrigues nasceu em Porto Alegre. Ele tem graduação em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) em 1997, tendo atuado na instituição entre 1988 e 1994. Depois, esteve no Tribunal Regional Federal da 4ª Região no período de 1994 e 2005, quando então ingressou na Polícia Federal.

Em 2006 foi designado para a Superintendência Regional da Polícia Federal no Acre, sendo responsável pela Delegacia de Repressão a Crimes Fazendários. Na Superintendência Regional da Polícia Federal no Rio Grande do Sul a partir de 2008, o delegado Aldronei Antonio Pacheco Rodrigues atuou na Delegacia de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente e Patrimônio Histórico, ​Delegacia de Repressão a Crimes Fazendários e, por fim, na
​Delegacia de Delegacia de Repressão a Corrupção e Crimes Financeiros.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895