Operação combate pornografia infantil em quatro cidades do RS

Operação combate pornografia infantil em quatro cidades do RS

Ao todo, 45 policiais cumprem oito mandados de busca e apreensão contra seis suspeitos identificados após meio ano de investigação

Por
Correio do Povo

Drogas, anabolizantes, celulares e computadores com conteúdo pornográfico foram apreendidos para análise


publicidade

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul deflagrou na manhã desta quinta-feira a Operação Inoccentia, em conjunto com o 
Instituto-Geral de Perícias, para combater a pedofilia no Estado. O foco da ação são criminosos que compartilham pornografia infantil pela internet. Ao todo, 45 policiais cumprem oito mandados de busca e apreensão contra seis suspeitos identificados após meio ano de investigação, em cidades da Região Metropolitana e do Vale do Sinos.

Conforme a coorpotação, até as 8h três pessoas havam sido presas. Também foram apreendidas drogas, anabolizantes, celulares e computadores com conteúdo pornográfico foram apreendidos para análise.

Hoje, os madados foram cumpridos em Canoas, Esteio, Porto Alegre e São Leopoldo, em oito endereços. As investigações foram coordenadas pela Delegacia de Proteção a Criança e Adolescente (DPCA) de Canoas. Durante as diligência, um empresário de Montenegro foi preso em 15 de julho. 


Para tentar despistar a polícia, um dos homens usava até mesmo nomes de pessoas mortas. Além disso, eram utilizados perfis falsos em redes sociais e equipamentos de armazenamento como HDs externos.