Operação da Polícia Civil apreende 216 quilos de maconha em Novo Hamburgo
capa

Operação da Polícia Civil apreende 216 quilos de maconha em Novo Hamburgo

Ação teve início neste sábado no bairro Canudos

Por
Correio do Povo

Denarc apreendeu 244 tijolos de maconha pesando 206 quilos e 21 sacos de maconha recém colhida e embalada à vacuo

publicidade

O Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc) da Polícia Civil apreendeu 216 quilos de maconha durante a operação Reduto deflagrada a partir de sábado e que estendeu-se até a madrugada deste domingo em Novo Hamburgo. A ação, sob comando do delegado Thiago Bennemann, ocorreu no bairro Canudos.

Tratam-se de 244 tijolos da droga pesando 206 quilos e de 21 sacos de maconha in natura, recém colhida e embalada à vácuo, com alto teor do princípio ativo THC, totalizando nove quilos. A suspeita é de que o entorpecente abasteceria a rede de pontos de venda de drogas mantidos pela facção Os Manos na região do Vale do Rio dos Sinos. 

Três traficantes, sendo dois homens e uma mulher, foram presos. Houve ainda o recolhimento de uma pistola calibre 380, um simulacro de fuzil, munição, balança digital, material de embalagem, celulares e cerca de R$ 7 mil em dinheiro. 

Um Volkswagen Golf, um Hyundai HB20 e um Volkswagen Polo, além de uma moto Honda 300, também foram encontrados em uma residência que servia como depósito da organização criminosa. Um quarto indivíduo conseguiu fugir ao perceber a chegada dos policiais civis, mas ele já foi identificado. 

Metas do Denarc

Na manhã deste domingo, o delegado Thiago Bennemann lembrou que uma das metas do Denarc é a apreensão de grandes quantidades de drogas em circulação. “O objetivo é retirá-las das ruas e descapitalizar as facções”, ressaltou, referindo-se ao prejuízo financeiro decorrente da ação policial. 

Segundo ele, o flagrante foi possível após mais de 15 horas de vigilância por parte dos agentes. “A informação que veio é que o local realmente era um reduto...tinha até piscina na casa que era grande”, observou.