Operação do Denarc com a BM resulta em cinco presos e farta apreensão em Porto Alegre

Operação do Denarc com a BM resulta em cinco presos e farta apreensão em Porto Alegre

Ação teve como alvo uma facção criminosa no bairro Bom Jesus

Houve o recolhimento de armas, munições e drogas

publicidade

O Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc) da Polícia Civil divulgou o resultado de uma operação conjunta com o Comando de Policiamento da Capital e o 11º BPM da Brigada Militar em Porto Alegre. A ação começou no final da tarde de segunda-feira e encerrou no início da madrugada desta terça-feira no bairro Bom Jesus.

Segundo o delegado Alencar Carraro, dois mandados de busca e apreensão foram cumpridos na rua Santo Agostinho. No local, um gerente do tráfico de drogas estaria arregimentando cúmplices para praticar novos ataques em áreas dominadas por facções contrárias.

Cinco criminosos foram presos, sendo três homens e duas mulheres. Uma delas estava foragida da Justiça. Um dos detidos é o gerente. Todos possuem antecedentes criminais por homicídio, roubo, trágico de drogas, sequestro e porte ilegal de arma de fogo.

Durante a operação, os policiais civis e militares apreenderam uma pistola de fabricação croata de calibre 9 milímetros, um revólver calibre 38 e em tornoo de 245 munições variadas, inclusive de fuzil.

Houve ainda o recolhimento de mais de dois quilos de maconha incluindo do tipo camarão, 100 gramas de haxixe, 120 gramas de crack, 250 gramas de cocaína, além de R$ 4,5 mil em dinheiro, cheques, duas máquinas de cartão, duas balanças de precisão, dois coletes balísticos, cadernos contendo anotações do tráfico, cinco telefones celulares, quatro relógios, três pen drives e um Renault Clio.

Há cerca de dez dias foi frustrado um ataque na vila Maria da Conceição, resultando na ocasião na detenção de sete criminosos após um confronto. Houve então a apreensão de cerca de 500 munições, sete pistolas, mais de dez carregadores, um revólver calibre 38, quatro coletes balísticos e cinco telefones celulares, bem como um Jac e um Fiesta.

Mesmo diante da efetiva ação policial, os integrantes da facção nascida no bairro Bom Jesus não desistem de dominar uma boca de fumo na rua Paulino Azurenha, na vila Maria da Conceição. A mesma organização criminosa seria responsável por ataques aos rivais no bairro Cascata.

Conforme os agentes do Denarc, os demais pontos de venda na região já estariam sob controle da mesma organização criminosa.

O delegado Alencar Carraro destacou que a Polícia Civil e Brigada Militar vão “empreender os esforços necessários para que as comunidades carentes alvos do crime organizado se mantenham em paz”.  


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895