Operação integrada busca combater ataques em rodovias gaúchas

Operação integrada busca combater ataques em rodovias gaúchas

Agentes realizaram abordagens em locais próximos da BR-290

Sidney de Jesus

Agentes realizaram abordagens em locais próximos da BR-290

publicidade

A Brigada Militar (BM), a Polícia Civil (PC) e Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizaram na noite desta sexta-feira, 18, uma operação integrada para combater os ataques a motoristas em rodovias federais e vias próximas aos conglomerados urbanos que margeiam as estradas da Região Metropolitana. 

Durante a operação, os agentes das policias militar, federal, civil e rodoviária realizaram abordagem nos locais próximos à BR-290 para reprimir e coibir ações criminosas na região. Os policiais tiveram ainda o apoio da aeronave do Batalhão de Aviação (Bav-BM), que sobrevoou o local, e das guarnições embarcadas do Comando Ambiental, que percorreram as águas do Guaíba. 

A operação integrada contou com 37 viaturas, duas embarcações e um helicóptero. Ao todo, foram 17 ocorrências registradas do total de 122 pessoas abordadas. Além de um foragido recapturado, uma pessoa chegou a ser detida por suspeita de participação em ataque. No entanto, ela foi liberada após depoimento à polícia.
 
De acordo com o chefe de Operações da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no RS, Marcelo Timóteo, a operação integrada teve como objetivo passar um pouco mais de sensação de segurança para aos motoristas que trafegam nas rodovias federais, em especial, na BR-290 (Freeway), onde ocorreu o incidente que levou a morte de uma pessoa atingida por uma pedrada. 

“Além do patrulhamento da rodovia neste trecho e das ruas do entorno, foram realizadas também uma série de abordagens com identificação de pessoas  que costumeiramente circulam pelo local, para que possamos colaborar com as investigações e o inquérito policial em andamento”, afirmou Marcelo Timóteo, lembrando que a PRF e as demais forças de segurança seguirão reforçando o patrulhamento para garantir a segurança de todos que trafegam pelas rodovias federais do RS. 

“Trabalhamos em conjunto com outras forças policiais para buscarmos elementos que auxiliem a Polícia Civil a elucidar o caso  da mulher que morreu ao ser atingida por uma pedrada, em uma das alças da nova Ponte do Guaíba. Fizemos abordagens na região para encontrar suspeitos. Não sabemos ainda se foi uma tentativa de roubo ou arremesso aleatório, afirmou o subcomandante-geral da Brigada Militar, Claudio Feoli. 

Foragido é preso durante operação

Durante a operação, na noite desta sexta-feira, um foragido com extensa ficha criminal foi preso após ser abordado caminhando na BR 290, junto à alça da Nova Ponte do Guaíba, em Porto Alegre.

Os policiais efetuaram consultas aos sistemas e descobriram que ele estava sendo procurado pela justiça há mais de dois anos, após não comparecer para a instalação da tornozeleira eletrônica durante o cumprimento de regime semiaberto. O homem foi conduzido à área judiciária para registro da sua captura.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895