Organização criminosa de furto em terminais bancários é alvo da PF de Caxias do Sul

Organização criminosa de furto em terminais bancários é alvo da PF de Caxias do Sul

Ataques consistem em “fisgar” envelopes com valores depositados em terminais de autoatendimento sobretudo da Caixa Econômica Federal

Correio do Povo

Houve o cumprimento de 52 ordens judiciais em SP. BA, SC, MS, SE e ES

publicidade

A Polícia Federal de Caxias do Sul deflagrou na manhã desta quarta-feira a segunda fase da operação Pesca Urbana, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa especializada em furtos em terminais de autoatendimento de agências da Caixa Econômica Federal e de outras instituições financeiras. Apenas em 2021, ao menos 545 ocorrências vinculadas à organização criminosa foram registradas em todo o país, incluindo o Rio Grande do Sul. Os ataques consistem em “fisgar” envelopes com valores depositados em terminais de autoatendimento bancários.

Houve o cumprimento de 18 mandados judiciais de prisão preventiva e de outros 34 mandados de busca e apreensão, além de medidas assecuratórias para bloqueio de bens, em São Paulo, Bahia, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Sergipe e Espírito Santo. Houve dez detenções durante a ação.

A investigação começou em janeiro deste ano a partir do ataque contra nove agências da Caixa Econômica Federal na Serra, resultando na deflagração da primeira fase da operação Pesca Urbana em 23 de abril. O grupo criminoso prosseguiu com ataques a agências da instituição na Região Metropolitana de Porto Alegre e no Litoral Norte, bem como em outros estados.

Durante o trabalho investigativo, 49 envolvidos com a organização criminosa foram presos em flagrante por furto qualificado a agências bancárias. O grupo criminoso é investigado pelas unidades da Polícia Federal em Caxias do Sul e Porto Alegre, bem como de Salvador (BA), Palmas (TO), Maringá (PR) e Aracaju (SE). O trabalho de apuração conta com o apoio da Força-Tarefa de Segurança Pública da Polícia Federal em Uberlândia (MG) e com a colaboração da Superintendência Regional da Polícia Federal de São Paulo.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895