PF extradita suspeito de feminicídio na fronteira de Jaguarão com o Uruguai

PF extradita suspeito de feminicídio na fronteira de Jaguarão com o Uruguai

Crime ocorreu na cidade de Rio Branco, em setembro do ano passado

Por
Correio do Povo

publicidade

A Polícia Federal extraditou, na tarde desta terça-feira, um homem que estava foragido das autoridades uruguaias. Ele é investigado pelo feminicídio de sua companheira de 19 anos, com a qual tem dois filhos. O crime ocorreu na cidade de Rio Branco, na fronteira com Jaguarão no dia 30 de setembro do ano passado.

Após o ocorrido, o uruguaio teve seu nome incluído na “Difusão Vermelha” da Interpol,  banco de dados  internacional para captura de foragidos de seus países. O homem foi localizado e preso em outubro do ano passado, em Pelotas, aonde permaneceu aguardando a tramitação do processo de extradição pelo Supremo Tribunal Federal (STF).


O uruguaio, de 26 anos, foi  entregue as autoridades uruguaias na delegacia da polícia federal, em Jaguarão. A ação de extradição envolveu a Interpol no Brasil representada pela Polícia Federal, a Interpol uruguaia, as unidades da Polícia Federal em Pelotas e Jaguarão e o Consulado do Uruguai, em Pelotas.