Polícia avança em investigação sobre assassinos de comerciantes de Estância Velha
capa

Polícia avança em investigação sobre assassinos de comerciantes de Estância Velha

Delegado evitou falar sobre suspeito que desapareceu após ser reconhecido por familiares

Por
Correio do Povo

Dois homens assaltaram a ótica Elaine e mataram pai e filho em Estância Velha


publicidade

O titular da 3ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana (3ªDPRM), delegado Eduardo Hartz, revelou na manhã desta quinta-feira que “a Polícia Civil possui uma linha de investigação bastante consolidada”, em relação ao caso da morte de pai e filho durante assalto a uma joalheria em Estância Velha. “As investigações prosseguem. A Polícia Civil vem trabalhando de forma incessante desde o local do crime”, assegurou. No entanto, ele não quis confirmar que um dos assaltantes é um jovem de 20 anos, residente na vila Palmeira, no bairro Santo Afonso. O indivíduo, que desapareceu com a namorada, teria sido reconhecido até por familiares nas imagens divulgadas do roubo dentro da loja.

Conforme o delegado Eduardo Hartz, dezenas de denúncias e imagens de possíveis suspeitos estão sendo analisadas. “Foram ouvidas cerca de 20 pessoas. Cada informação vem sendo trabalhada para que possamos descartar aquilo que não possui relação com o fato investigado, bem como aproveitar as informações verossímeis que possam auxiliar na completa elucidação do crime”, explicou.

O titular da 3ªDPRM citou como exemplo que na última segunda-feira foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão. O delegado Eduardo Hartz lembrou também que o Instituto-Geral de Perícias já examinou dois veículos apreendidos e esteve no local do crime. “Foi solicitado ao Departamento de Criminalística a tentativa de melhora das imagens capturadas pelas câmeras de vigilância do estabelecimento comercial alvo da ação criminosa.

Pai e filho, Leomar Jacó Canova, 59 anos, e Luis Fernando Canova, 35 anos, foram baleados e mortos por uma dupla de assaltantes que atacou o estabelecimento comercial das vítimas, a Elaine Óptica e Relojoaria, situada na rua Portão, na área central de Estância Velha, no dia 10 deste mês. Na fuga, os assaltantes embarcaram em um Honda City, de cor de chumbo, onde possivelmente um cúmplice permanecia aguardando-os na rua Balduíno Weber.


O veículo, roubado em Porto Alegre, apareceu mais tarde abandonado na rua Ceará, perto da BR 116, no bairro Rincão, em Novo Hamburgo. Depois seria localizado um Ford Focus, de cor prata, perto da BR 116, em São Leopoldo. No interior do veículo ficou caído um celular, esquecido pelos criminosos, e que foi periciado.