Polícia Civil acredita que autores da chacina sejam de fora da região de Sentinela do Sul

Polícia Civil acredita que autores da chacina sejam de fora da região de Sentinela do Sul

Ao menos dois pistoleiros participaram da execução de três pessoas em uma residência na área central da cidade

Correio do Povo

Laudos do Instituo-Geral de Perícias são aguardados

publicidade

A Polícia Civil acredita que os autores da chacina em Sentinela do Sul sejam de fora da região. Três pessoas foram mortas no final da madrugada de terça-feira dentro de uma residência, situada na rua Luiz Ferreira da Cunha, na área central da cidade.

Em entrevista à reportagem do Correio do Povo na manhã desta quarta-feira, o delegado Luciano Rodrigues revelou que ao menos dois pistoleiros participaram do triplo homicídio. “Os atiradores são de fora sim…”, enfatizou.

Segundo o delegado Luciano Rodrigues, “a casa funcionava como boca de fumo” e tinha “pouquíssimos móveis”. Ele acrescentou que foi encontrada uma “pequena quantidade de drogas na residência” no interior da moradia.

Os laudos do Instituto-Geral de Perícias (IGP) estão sendo aguardados no âmbito da investigação sobre o crime. O delegado Luciano Rodrigues observou que quase 40 estojos de calibre 90 milímetros foram recolhidos na moradia.

“De acordo com os peritos, pela forma que os corpos foram encontrados, não tiveram chances de defesa...estavam dormindo”, frisou. “Estaremos ouvindo informantes que possam ajudar na elucidação do caso”, acrescentou.

As vítimas, uma mulher de 39 anos e o filho adolescente de 16 anos, além de um jovem de 25 anos, foram executados por dezenas de tiros, efetuados pelos atiradores que invadiram a moradia pela porta da frente.

Ainda na terça-feira, o delegado Luciano Rodrigues havia antecipado que a "execução é decorrente do tráfico de drogas" e relacionada à "disputa de facções".


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895