Polícia Civil apreende milhares de cartuchos de munição em Porto Alegre
capa

Polícia Civil apreende milhares de cartuchos de munição em Porto Alegre

Parte dela foi roubada em março deste ano em um roubo na empresa CBC em Portão

Por
Correio do Povo

Material foi localizado em uma residência do bairro Medianeira, em Porto Alegre

publicidade

O Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC) da Polícia Civil apreendeu mais de 16,4 mil cartuchos de calibres diversos durante uma operação desencadeada na noite de sexta-feira em Porto Alegre. A ação da Delegacia de Repressão ao Roubo e Furto de Cargas (DRFC), sob comando do delegado Alexandre Luiz Fleck, ocorreu em uma residência situada no bairro Medianeira. Um criminoso foi preso em flagrante.

Na casa, os agentes recolheram ainda dois revólveres calibre 22 e 38, além de quatro jet loaders, miguelitos, cordas, alavancas, barras de ferro e cabos. A munição recuperada consiste em 9.550 cartuchos de pistola calibre 40; 3.700 de pistola calibre 380; 2.000 de fuzil 556; 1.000 de fuzil 762; 200 de calibre 12; e 41 de revólver espingarda calibre 36. O delegado Alexandre Luiz Fleck destacou o fato de que ela acabaria sendo utilizada por “criminosos na prática de crimes graves”.

A munição apreendida foi roubada há três meses na cidade de Portão. As investigações da DRFC começaram após o roubo de um carregamento da Companhia Brasileira de Cartuchos (CBC) na madrugada do dia 7 de março deste ano naquela cidade. A carga com cerca de 130 mil cartuchos, em sua maioria de calibre 40, além de dois rifles e armas de pressão, foi avaliada em cerca de R$ 1,3 milhão na época.

A mercadoria era proveniente de São Paulo. Entre quatro e seis criminosos fortemente armados, com armas longas incluindo fuzis, invadiram a empresa situada na rua do Comércio. No local, dormia o motorista do caminhão Iveco Tector, de cor branca, com placas de São Paulo, onde estava a carga. Ele foi então rendido. A vítima, de 35 anos, relatou que, durante a fuga, os criminosos fizeram entrar no porta-malas de um veículo não identificado. Ele foi levado junto e foi libertado depois na avenida César Antônio Bettanin, ao lado do Parque Estadual de Exposições Assis Brasil, em Esteio. O caminhão apareceu abandonado e vazio mais tarde na zona rural de Viamão.