Polícia Civil desarticula rede de tele-entrega de drogas de facção criminosa em Gravataí

Polícia Civil desarticula rede de tele-entrega de drogas de facção criminosa em Gravataí

Grupo criminoso traficava 200 quilos de entorpecentes e movimentava R$ 2 milhões por mês

Correio do Povo

Os agentes efetuaram 24 prisões durante cumprimento de 78 ordens judiciais

publicidade

A Polícia Civil desarticulou ao amanhecer desta quarta-feira uma rede de tele-entrega de drogas de uma facção criminosa que movimentava financeiramente em torno de R$ 2 milhões por mês em Gravataí. Um total de 24 traficantes foi preso durante a operação Odisseu, que foi deflagrada pela 2ª DP de Gravataí, sob comando do delegado Guilherme Calderipe.

O grupo criminoso traficava mensalmente cerca de 200 quilos de entorpecentes, sobretudo cocaína e maconha. Na maioria das vezes, veículos locados eram empregados para atender a clientela.

Na operação, cerca de 250 agentes cumpriram 78 ordens judiciais, sendo 41 mandados de busca e apreensão e outros 37 mandados de prisão em Porto Alegre, Gravataí, Cachoeirinha, Alvorada e Taquara. 

As investigações duraram sete meses. No período, os policiais civis identificaram e mapearam ao menos 48 pontos de tele-entrega que atendiam os clientes na cidade. Muitos destes locais eram gerenciados por apenados recolhidos no sistema prisional.

Na Cadeia Pública de Porto Alegre (antigo Presídio Central, os agentes executaram as ordens judiciais contra 14 detentos de uma mesma galeria que exerciam o gerenciamento da rede. "Todos os investigados estão envolvidos com o tráfico. É uma longa investigação desde novembro do ano passado", frisou o delegado Guilherme Calderipe.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895