Polícia Civil descarta ligação entre latrocínios dos bairros Centro e Independência, em Porto Alegre

Polícia Civil descarta ligação entre latrocínios dos bairros Centro e Independência, em Porto Alegre

Casos ocorridos na noite de domingo são investigados com prioridade pelos agentes da 17ª DP

Por
Correio do Povo

Antes de ser atacada e morta, vítima foi seguida por dois criminosos na rua Tiradentes


publicidade

O titular da 17ª DP de Porto Alegre, delegado Cleber dos Santos Lima, descartou na manhã desta terça-feira a possibilidade de serem de mesma autoria os dois latrocínios ocorridos na noite de domingo nos bairros Centro e Independência. Em ambos os casos as vítimas foram esfaqueadas. Entre as diligências realizadas na investigação dos dois crimes estão a procura de eventuais testemunhas e a análise de câmeras de monitoramento nas duas regiões. Ele não descartou que os autores sejam moradores de rua ou usuários de drogas, como crack, em busca de dinheiro e celular. As armas usadas pode ter sido facas ou estoques.

No bairro Centro, na rua Marechal Floriano Peixoto, a vítima, Silmar Moraes de Souza, 41 anos, foi esfaqueado e morto na quadra entre as ruas Andradas e José Montaury. Momentos antes, o dono de um restaurante, de 60 anos, ficou ferido ao ser atacado na rua General Vitorino, mas ainda não foi confirmado se ambos os ataques foram cometidos pelo mesmo criminoso.

Já no bairro Independência, a vítima, Júlio Cesar Nunes da Silva, 57 anos, foi também morta a facadas na rua Tiradentes. Ela tombou sem vida entre os canteiros com arbustos na calçada de um prédio. Parte da vegetação ficou quebrada. Os autores do latrocínio seriam dois indivíduos conforme imagem registrada por uma câmera de segurança de um prédio no local, mostrando o momento em que a vítima estava seguida pela dupla.