Polícia Civil e Brigada Militar unem-se contra duas facções criminosas em Guaíba

Polícia Civil e Brigada Militar unem-se contra duas facções criminosas em Guaíba

Ofensiva começou com deflagração de operação ao amanhecer desta quinta-feira

Correio do Povo

Cerca de 60 agentes e brigadianos cumpriram 12 ordens judiciais

publicidade

Duas facções criminosas são alvos da operação Hill desencadeada no início da manhã desta quinta-feira pela Polícia Civil e Brigada Militar em Guaíba. A ação mobilizou cerca de 60 agentes da 2ª Delegacia Regional de Polícia Metropolitana (2ª DPRM) e policiais militares do 31º BPM e do 28º BPM, com apoio do helicóptero da Divisão Aérea de Operações da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE) da Polícia Civil.

Quatro prisões foram efetuadas durante o cumprimento de 12 mandados judiciais ode busca e apreensão em residências. Entorpecentes, como maconha, e telefones celulares foram recolhidos durante a ação.

A investigação começou em novembro do ano passado. Segundo a delegada Karoline Calegari, o principal objetivo é combater o tráfico de drogas e homicídios atribuídos a integrantes de facções criminosas oriundas do bairro Colina.

Na região, observou, atuam dois grupos. De acordo com ela, os traficantes agem de forma violenta, ameaçam moradores e praticam execuções de usuários devedores e também de rivais, além de cometerem roubos. Recentemente, um dos grupos confrontou-se com policiais militares. Eles estavam fortemente armados, inclusive com fuzil.

Conforme o diretor da 2ª DPRM, delegado Mario Souza, a operação Hill é a primeira etapa de uma ofensiva contra as facções atuantes nesse bairro. “A ação integrada é fundamental para maior eficiência das ações contra o crime organizado”, enfatizou. “É uma ação de impacto contra os narcotraficantes da cidade”, complementou a delegada Karoline Calegari.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895