Polícia Civil intensifica investigação sobre furto de aparelhos em hospital de Viamão

Polícia Civil intensifica investigação sobre furto de aparelhos em hospital de Viamão

Três bombas de infusão foram encontradas e apreendidas em Salvador, na Bahia

Correio do Povo

Equipamentos estavam na casa e nas duas clínicas de um médico baiano

publicidade

A Polícia Civil intensificou a investigação sobre o furto de equipamentos da UTI Covid do Hospital de Cardiologia de Viamão, cometidos por uma técnica em enfermagem, e recuperou mais três bombas de infusão. Os aparelhos, avaliados em R$ 21 mil no total, foram recuperados na residência e duas clínicas de um médico em Salvador, na Bahia.

Houve o cumprimento de três mandados de busca e apreensão na capital baiana. O Departamento de Crimes Contra o Patrimônio da Polícia Civil da Bahia prestou apoio à Delegacia de Polícia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) de Viamão. Além das bombas de infusão, os agentes recolheram computadores, tablets e outros dispositivos eletrônicos do investigado. O médico foi ouvido no órgão policial baiano e liberado nessa quarta-feira.

“Até o momento, foram recuperados 13 equipamentos subtraídos do HCV e a investigação prossegue”, afirmou o titular da Draco de Viamão, delegado Eduardo Limberger do Amaral, referindo-se ao trabalho da operação Antídoto que apura o peculato furto de 34 equipamentos hospitalares utilizados na UTI-Covid do HCV.

Os aparelhos levados da instituição foram estimados em mais de R$ 200 mil. Trata-se de bombas de infusão de medicamentos e eletrocardiógrafos. O trabalho investigativo apontou que a técnica de enfermagem, de 24 anos, subtraiu os equipamentos ao longo de, ao menos, cinco meses. Ela oferecia os mesmos por uma valor muito inferior ao de mercado em plataformas digitais. A investigada foi presa preventivamente na última quinta-feira.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895