Polícia Civil investiga duas execuções ocorridas nos bairros Sarandi e Rubem Berta, em Porto Alegre

Polícia Civil investiga duas execuções ocorridas nos bairros Sarandi e Rubem Berta, em Porto Alegre

Vítimas foram mortas a tiros dentro das residências invadidas por criminosos armados

Correio do Povo

Equipe da 3ª Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção à Pessoa (3ª DPHPP) apura os crimes

publicidade

A equipe da 3ª Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção à Pessoa (3ª DPHPP), sob comando do delegado Luis Antônio Reis Firmino, investiga duas execuções ocorridas na madrugada desta terça-feira em Porto Alegre. Em ambos os casos, as vítimas foram mortas dentro das residências. A Brigada Militar, através do 20º BPM, atendeu inicialmente as ocorrências. O Instituto-Geral de Perícias também foi acionado.

No bairro Sarandi, um grupo de pistoleiros invadiu uma casa na rua Farroupilha, no início da madrugada. A vítima, que tinha envolvimento antigo com o tráfico de drogas, foi morta com vários tiros de calibre 9 milímetros.

Já no bairro Rubem Berta, o alvo foi um indivíduo, ainda não identificado, foi baleado inúmeras vezes dentro da moradia na rua Ariovaldo Alves Passos, no final da madrugada. Criminosos também invadiram a casa.

SOLEDADE

No final da noite de segunda-feira, a Brigada Militar e Polícia Civil foram mobilizadas para atenderem um homicídio ocorrido na rua Clóvis Dias, no bairro Farroupilha. Um homem foi baleado na cabeça. Um indivíduo que estava caminhando junto é o principal suspeito do crime e está sendo agora procurado. Na manhã desta terça-feira, a equipe da delegada Camila Neiva Almino prendeu o suspeito do homicídio na mesma região.

PALMARES DO SUL

A Brigada Militar registrou uma tentativa de homicídio na noite de segunda-feira na rua Campos Sales, em Balneário Quintão. O efetivo do 8º BPM foi até uma residência para verificar ocorrência de violência doméstica. No local, os policiais militares ficaram sabendo da moradora que o companheiro tentou matá-la com uma faca e ateou ainda fogo na moradia. O suspeito foi então localizado nas imediações e detido.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895