Polícia Civil investiga possibilidade de um segundo envolvido na morte de casal em Jaguarão

Polícia Civil investiga possibilidade de um segundo envolvido na morte de casal em Jaguarão

Jovem, que já confessou o crime, é suspeito de querer ficar com auxílio emergencial e patrimônio dos pais

Correio do Povo

Prisão do rapaz foi realizada pelos agentes no final da madrugada de domingo passado

publicidade

A Polícia Civil vai apurar a possibilidade de que o assassinato de um casal tenha sido cometido também por uma segunda pessoa além do filho das vítimas na cidade de Jaguarão. A delegada Juliana Garrastazu Ribeiro aguarda ainda os laudos do Instituto-Geral de Perícias com o objetivo de verificar que o casal foi, por exemplo, dopado antes de ser executado com tiros de provável calibre 22 quando dormia no quarto da residência na rua 24 de Maio, na área central da cidade. A autoria dos disparos ainda não está bem clara mesmo que o filho das vítimas, de 20 anos, tenha confessado diante dos policiais civis.

O jovem foi preso no final da madrugada de domingo na casa de um parente após ter a prisão preventiva decretada. A motivação do crime ainda está sendo investigada, mas há suspeita de que o rapaz tinha interesse em se apossar do auxílio emergencial e do patrimônio dos pais que foram acusados de serem “controladores” por ele.

O crime ocorreu na madrugada da última sexta-feira. A morte do casal, sendo o homem de 50 anos e a mulher de 40 anos, ambos executados com tiros na cabeça, chocou a cidade. A delegada Juliana Garrastazu Ribeiro confirmou que as execuções teriam sido planejada ao longo dois anos, período em que o jovem procurava um cúmplice. A caminhonete das vítimas, que havia desaparecida, foi encontrada abandonada depois.

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895