Polícia Civil participa da operação nacional Resguardo no Dia Internacional da Mulher

Polícia Civil participa da operação nacional Resguardo no Dia Internacional da Mulher

Mobilização tem como objetivo o combater aos crimes de violência doméstica em todo o país

Correio do Povo

Estão sendo cumpridas medidas cautelares, medidas protetivas e mandados judiciais em vários municípios gaúchos

publicidade

A Polícia Civil participa do mutirão da operação nacional Resguardo que visa combater os crimes de violência doméstica no país nesta segunda-feira, Dia Internacional da Mulher. Durante esta manhã, mais de 80 agentes em 30 viaturas cumpriram 39 mandados de busca e apreensão, dez  medidas protetivas de urgência verificadas e 32 denúncias atendidas. Houve a prisão preventiva de 14 suspeitos e uma arma foi apreendida.

A Chefe da Polícia Civil, delegada Nadine Anflor, destacou o empenho dos policiais civis gaúchos e a integração da força-tarefa nacional. “Esta é talvez a maior operação com essa temática e essas ações são essenciais para a redução nos índices de violência contra a mulher. Quero agradecer, nesse momento, a todos os agentes das Delegacias Especializadas no Atendimento à Mulher (Deams) do Estado e meu reconhecimento aos colegas das demais delegacias que também se engajaram para esta grande operação”, enfatizou.

A operação Resguardo começou no dia 1º de janeiro deste ano. Desde então, a Polícia Civil já apurou mais de 615 denúncias, que culminaram com a instauração de cerca 6,6 mil inquéritos policiais, 93 mandados de prisão e 244 cumprimentos de mandados judiciais. No período, houve o atendimento de mais de 51.166 mulheres vítimas de violência e realizadas as prisões de 180 agressores em todo o Rio Grande do Sul.

A coordenação nacional da mobilização é do Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio da Secretaria de Operações Integradas. A operação Resguarodo tem a participação das forças policiais civis estaduais.

SALAS MARGARIDAS

Na tarde desta segunda-feira, nove Salas das Margaridas serão inauguradas nas Delegacias de Polícia de Pronto Atendimento de São Leopoldo, Novo Hamburgo, Gravataí, Alvorada e Canoas, na Região Metropolitana, além das DPPAs de Rio Grande e Santana do Livramento e nas DPs de Marau e Parobé. A cerimônia, que faz alusão ao Dia Internacional da Mulher, celebrado nesta data, terá a participação da Chefe de Polícia, Nadine Anflor.

As Salas das Margaridas possuem ambiente reservado, acolhedor e atendimento especializado dentro das delegacias. Os espaços são preparados para acolher e encorajar mulheres no processo de rompimento do ciclo da violência. “A mulher que passa por um momento de tamanha fragilidade não pode estar exposta ao movimento diário de uma delegacia. Por isso, esses espaços reservados incentivam as mulheres a procurarem ajuda”, frisou a delegada Nadine Anflor.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895