Polícia Civil prende três pela morte de morador de Vicente Dutra

Polícia Civil prende três pela morte de morador de Vicente Dutra

Trio já havia sido indiciado por latrocínio e ocultação de cadáver

Correio do Povo

Vítima sumiu no dia 8 de outubro e corpo foi achado no dia 16 do mesmo mês

publicidade

A Polícia Civil confirmou a prisão preventiva dos três indivíduos suspeitos da morte de Cleder Jair da Silva, 38 anos, morador da cidade de Vicente Dutra. A vítima havia desaparecido no dia 8 de outubro passado e cujo corpo foi encontrado no dia 16 do mesmo mês no rio Uruguai.

O delegado Jacson Oiliam Boni já havia indiciado o trio pelo crime. “Os presos foram encaminhados ao Presídio Estadual de Frederico Westphalen, onde permanecerão à disposição da Justiça”, observou.

No inquérito policial, os homens foram indiciados pelos crimes de latrocínio (roubo seguido de morte) e ocultação de cadáver. Em caso de condenação, as penas variam de 21 a 33 anos de prisão.

Os indiciados possuíam “negócios com a vítima e a atraíram até um local pré-determinado por eles, subtraíram valores e pertences dela e, após, levaram-na até a beira do rio Uruguai”. De acordo com o delegado Jacson Oiliam Boni, a vítima foi executada “com um disparo de arma de fogo na cabeça”, sendo jogada dentro do rio, “amarrada a cordas e a um saco de pedras”.

A caminhonete Fiat Strada, da vítima, foi achada no mesmo dia do sumiço. O veículo encontrava-se abandonado na localidade de Boa Esperança, no interior de Vicente Dutra. Já o corpo foi localizado em Balneário Três Ilhas.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895