Polícia Federal flagra negociação ilícita de sete aves da fauna nativa em Passo Fundo

Polícia Federal flagra negociação ilícita de sete aves da fauna nativa em Passo Fundo

Houve o resgate de exemplares de arara azul, arara canindé e papagaio, além da prisão de quatro pessoas

Correio do Povo

Agentes da PF constataram documentos irregulares e anilhas falsas

publicidade

As sete aves resgatadas pela Polícia Federal em Passo Fundo, quando seriam negociadas ilicitamente em uma venda, já foram encaminhadas ao Ibama. Tratam-se de exemplares de arara azul, arara canindé e papagaio, todas da fauna nativa.

A ação começou com o recebimento de informações pela Polícia Federal em Porto Alegre, que acionou a delegacia regional da PF em Passo Fundo. Na última quinta-feira, os agentes monitoraram e abordaram um Peugeot estacionado em frente a um hotel, onde ocorreria a transação.

Os pássaros estavam acondicionados em caixas transportadas no porta-malas e no banco traseiro do carro. Quatro pessoas, sendo três homens e uma mulher, que aparentemente negociavam as aves foram conduzidas à Polícia Federal, após apresentarem suposta documentação de regularidade dos animais.

A documentação apresentada foi checada junto ao Ibama, que constatou a irregularidade nos documentos. As anilhas também eram falsificadas. Os quatro indivíduos envolvidos na transação foram então presos em flagrante pelos policiais federais.


Mais Lidas





Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895