Polícia investiga denúncia de incêndio criminoso de duas casas em Porto Alegre
capa

Polícia investiga denúncia de incêndio criminoso de duas casas em Porto Alegre

Chamas destruíram residências localizadas na Ilha do Pavão

Por
Correio do Povo

Incêndio destruiu duas casas na Ilha do Pavão

publicidade

A Polícia Civil vai investigar a denúncia de incêndio criminoso no caso das duas moradias destruídas pelo fogo na madrugada desta terça-feira na rua C, na Ilha do Pavão, em Porto Alegre. Uma equipe voltante da Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento esteve nesta manhã no local para obter as primeiras informações. O trabalho investigativo ficará com a 4ª DP. As chamas foram combatidas pelo efetivo do 1º Batalhão de Bombeiros Militar. Duas famílias perderam tudo o que tinham, inclusive documentos, com o sinistro. A expectativa dos desabrigados é do recebimento de donativos e material de construção para o reerguimento das moradias, além de esperarem uma ajuda por parte da Prefeitura de Porto Alegre.

Grávida de oito meses e com uma outra filha pequena, uma mulher, de 31 anos, observava os escombros da casa em que residia. “Tivemos de sair por uma escada. Perdemos tudo. Não temos nada”, lamentou. Por enquanto, ela pretende ficar na residência de uma vizinha.

Morador ao lado, João Antônio Rosa Rodrigues, 36 anos, também viu a própria casa ser consumida pelas chamas. Ele residia com a esposa e seis filhos no local. “Perdi tudo...até uns troquinhos. Não consegui nem pegar os chinelos. Só peguei as crianças e 'larguei' fora. Consegui salvar também meus quatro cachorros, mas perdi o que tinha...”, desabafou. A família permanecerá temporariamente na casa de um sobrinho na área. “Se cada um me der uma tábua já faço uma casinha nova”, garantiu ele.