Polícia investiga festa que reuniu pelo menos 100 pessoas em Tramandaí durante a pandemia
capa

Polícia investiga festa que reuniu pelo menos 100 pessoas em Tramandaí durante a pandemia

Envolvidos no evento na noite do último sábado devem responder pelo crime que prevê pena e multa

Por
Correio do Povo

publicidade

A DP de Tramandaí abriu inquérito para apurar a realização de uma festa ocorrida no final de semana passada na localidade de Estância, na zona rural do município litorâneo. Segundo o delegado Paulo Perez, o evento privado reuniu cerca de 100 pessoas, e teve até a apresentação de um grupo musica, entre a noite de sábado e a madrugada de domingo.

“A festa não tinha autorização pois há um decreto municipal em vigor que proíbe esses eventos”, lembrou o delegado. “O espaço foi locado pelo proprietário para uma outra pessoa que promoveu um baile em plena pandemia”, acrescentou.

O delegado Paulo Perez observou que os participantes incorreram em um crime cuja pena máxima prevista é de um ano de prisão, além de multa. “Trata-se do artigo 268 do Código Penal: infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa”, citou.


De acordo com ele, todos serão indiciados incluindo o dono do galpão e o promotor da festa. “Já estamos identificando. Todos serão intimados”, resumiu, observando que os vídeos que circulam nas redes sociais estão auxiliando na investigação dos agentes da Delegacia de Polícia de Tramandaí. “As pessoas vão responder a processo criminal”, assegurou. “E pagarão ainda advogados”, lembrou.