Polícia realiza buscas de homens que sequestraram jovem de 19 anos no Noroeste do Estado
capa

Polícia realiza buscas de homens que sequestraram jovem de 19 anos no Noroeste do Estado

Trio considerado mentor do assalto que terminou em cárcere foi detido no sábado junto com a libertação da refém

Por
Eduardo Amaral

publicidade

Foi resgatada na tarde desse sábado a jovem de 19 anos que havia sido sequestrada na madrugada de sexta-feira em Selbach, na região Noroeste do Estado. Isadora Heinrich, filha de um empresário do setor frigorífico, foi levada por cinco homens em uma caminhonete Chevrolet S10 após eles invadirem a casa onde estava com os pais. Ela reside em Porto Alegre, mas em razão da pandemia causada do coronavírus havia voltado para o interior.

Isadora foi encontrada no interior de Erval Grande, município no Norte do Estado distante mais de 200 quilômetros de Selbach. No local onde ela estava encarcerada, a Polícia Civil (PC) prendeu três homens, suspeitos de serem os mentores do crime. De acordo com a delegada Dina Aroldi, que comanda as investigações, os levantamentos preliminares que o sequestro foi uma ação fora do contexto. “Ela não deveria estar em casa naquele momento, ela mora em Porto Alegre. Ela só estava em casa por conta dessa situação de pandemia.”

As investigações preliminares apontam que os três homens presos planejaram o assalto ao pai de Isadora, e o sequestro acabou sendo uma consequência pelo fato de a jovem estar no local. Os três presos, um deles dono do imóvel onde Isadora era feita refém, foram encaminhados ao Presídio Estadual de Espumoso e devem prestar depoimento nesta segunda-feira. 

Segundo a delegada Dina, os sequestradores chegaram a pedir um resgate no valor aproximado de R$ 800 mil, que não chegou a ser pago. Além disso, os cinco homens que realizaram o assalto levaram da casa dinheiro, cheques, no valor aproximado de R$ 1 mil, além de uma Pajero Branca. O veículo foi recuperado pela Polícia Civil, mas o restante não foi encontrado. As investigações apontam que o trio preso não participou da ação, e a polícia ainda busca os demais envolvidos no crime.