Polícia Rodoviária Federal e Receita Federal interceptam 5,2 quilos de crack na BR 116, em Pelotas

Polícia Rodoviária Federal e Receita Federal interceptam 5,2 quilos de crack na BR 116, em Pelotas

Droga seria suficiente para produzir cerca de 20,9 mil pedras para a venda

Correio do Povo

Entorpecente estava em um Chevrolet Corsa que viajava de Novo Hamburgo para Jaguarão, na fronteira com o Uruguai

publicidade

Uma operação conjunta da Polícia Rodoviária Federal e Receita Federal interceptou o transporte de 5,2 quilos de crack, suficientes para a produção de cerca de 20,9 mil pedras, na manhã desta sexta-feira em Pelotas. A droga estava em um Chevrolet Corsa, com placas de Novo Hamburgo, que foi abordado no km 526 da BR 116.

Na revista, o entorpecente foi encontrado escondidos entre a forração e a lataria do veículo. O motorista, de 24 anos, foi preso em flagrante. Ele confessou que vinha de Novo Hamburgo e viajava na direção de Jaguarão, na fronteira com o Uruguai.

Santa Catarina

Já na cidade catarinense de Palhoça, a Polícia Rodoviária Federal apreendeu 40 comprimidos de ecstasy em um Hyundai i30, com placas de Porto Alegre, na BR 101. Três indivíduos foram presos. Segundo a PRF, a droga estava dividida em quatro saquinhos de dez unidades cada. Cada comprimido de ecstasy tinha escrito no lado branco a palavra “Uber” e no lado azul a palavra “Eats”. Havia ainda dois sacos com anfetaminas.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895