Policiais militares cada vez mais estão usando protetores faciais no Rio Grande do Sul

Policiais militares cada vez mais estão usando protetores faciais no Rio Grande do Sul

Equipamentos estão sendo doados pela comunidade, principalmente por empresas de outros ramos

Correio do Povo

Efetivo do 15º BPM, que atua em Canoas e Nova Santa Rita, já está atuando com prevenção

publicidade

As doações de máscaras de proteção para a Brigada Militar com o objetivo de prevenir o contágio pelo novo coronavírus, efetuadas pela comunidade e sobretudo por empresas, estão se alastrando em todo o Rio Grande do Sul. Depois da BM na região da Serra, o 15º BPM recebeu também protetores faciais da fábrica de calçados Grendene. Elas já estão sendo distribuídas aos policiais militares que atuam em Canoas e Nova Santa Rita, sejam no policiamento ostensivo, atendimento ao público, expediente administrativo, custódias de presos e registro de ocorrências em delegacias, como as DPPAs. “Com esta máscara há uma proteção total. O efetivo vai passar por uma adaptação, pois é algo muito novo, mas necessário para proteger a saúde dos policiais militares e da população que atendemos”, destacou o comandante do 15º BPM, tenente-coronel Jorge Dirceu Filho.

Em Porto Alegre, a Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) entregou 60 máscaras na manhã desta sexta-feira para serem utilizadas pelos profissionais de saúde do Hospital da Brigada Militar, no bairro Assunção. O material, que está sendo produzido no laboratório do Parque Científico e Tecnológico da PUCRS (Tecnopuc), faz parte de um lote de 200 unidades que serão doadas à BM pela instituição universitária.

Em Pantano Grande, a BM ganhou kits de óculos, luvas, máscaras e álcool em gel através da Prefeitura Municipal. Além disso, através do Rotary Club, foi adquirido um termômetro infravermelho. Já em Cachoeira do Sul, a BM recebeu 140 máscaras de proteção individual do Rotary Club. Em Rio Pardo, a BM foi beneficiada com 250 kits de álcool gel das empresas Medlive Produtos Médico-Hospitalares e Stadtbus.


Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895