Policial civil e soldados da BM são investigados por suspeita de envolvimento com tráfico
capa

Policial civil e soldados da BM são investigados por suspeita de envolvimento com tráfico

Nomes dos três agentes da segurança públicas de Tapes não foram informados

Por
Franceli Stefani

publicidade

Um policial civil e dois soldados da Brigada Militar são investigados por suspeita de envolvimento com o tráfico de drogas na cidade de Tapes, na Região Sul do Estado. A ação, realizada pela Corregedoria da Polícia Civil (Cogepol), ocorreu na última sexta-feira. Os nomes dos brigadianos e do policial civil não foram divulgados.

O comandante do 30º Batalhão de Polícia Militar (BPM), tenente-coronel Marcelo Mello da Silva, disse que tomou conhecimento das investigações envolvendo os policiais militares através da DP de Tapes. “Coube a nós, então, instaurarmos o inquérito para apurarmos o suposto envolvimento dos dois soldados. Eles foram imediatamente afastados de suas funções”, frisou o oficial. Conforme o comandante, várias denúncias foram feitas pela comunidade, informando a conduta incorreta dos policiais militares. “Nós não tínhamos conhecimento dessa situação. Antes de mais nada, nós vamos apurar todos os fatos e verificar o que realmente ocorreu. A Brigada Militar não compactua com esse tipo de conduta”, afirmou o tenente-coronel, ressaltando que as investigações encontram-se em estado avançado.

Por questões de segurança, os dois, que atuam há anos no batalhão, não deverão retornar ao serviço até o término do inquérito militar. Todos os equipamentos que estavam sob a tutela dos suspeitos, como armas e coletes, foram recolhidos. O corregedor da Polícia Civil, delegado Marco Meirelles, responsável pela ação, confirmou que o policial civil investigado teve prisão temporária de 30 dias decretada. A investigação é pela suspeita de que ele cobrava dinheiro para realizar algum tipo de proteção a traficantes.