Preso em Porto Alegre integrante de quadrilha de assalto a banco em SC

Preso em Porto Alegre integrante de quadrilha de assalto a banco em SC

Criminoso, que estava foragido, também teria atacado agências em Nova Hartz e Rolante

Correio do Povo

Criminoso, que estava foragido, também teria atacado agências em Nova Hartz e Rolante

publicidade

A Polícia Civil prendeu mais um integrante da quadrilha que havia atacado com explosivos o Banco do Brasil de São João Batista, em Santa Catarina, em fevereiro de 2017. Foragido, o criminoso, de 27 anos, foi localizado na vila Mario Quintana, em Porto Alegre, pelos agentes da Delegacia de Capturas do Departamento Estadual de Investigações Criminais, sob comando do delegado Arthur Raldi. Houve o cumprimento de mandado de prisão preventiva expedido pela prática dos crimes de latrocínio e organização criminosa.

Após o ataque ao Banco do Brasil de São João Batista, a quadrilha confrontou-se com policiais civis catarinenses, com o saldo de três bandidos mortos e um quarto ferido gravemente. Dois agentes ficam feridos no tiroteio, incluindo o delegado Anselmo Cruz, da Diretoria Estadual de Investigações Criminais da Polícia Civil de SC. Submetralhadora, pistolas, fuzis e explosivos, além de munição, foram apreendidos. Dois bandidos acabaram presos nas buscas. Os dois líderes da quadrilha escaparam do cerco na região.

No entanto, eles acabariam sendo baleados e mortos em um confronto com os agentes da 1ª Delegacia de Polícia de Repressão a Roubos do Departamento Estadual de Investigações Criminais, conduzida pelo delegado João Paulo de Abreu, em março de 2017 em Taquara. Na época, a quadrilha foi apontada como responsável também por ataques bancários em Nova Hartz e Rolante bem como a um pedágio em Rolante.

Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895