Preso homem suspeito de assassinar policial militar em São Leopoldo
capa

Preso homem suspeito de assassinar policial militar em São Leopoldo

Carro usado na fuga dos criminosos foi encontrado queimado no Morro do Paula e passará por perícia

Por
Correio do Povo

Homem preso suspeito de assassinar policial militar em São Leopoldo

publicidade

O suspeito de ter assassinado com oito tiros o policial miliar José Rodrigo Viegas Gomes, 33 anos, em São Leopoldo, no Vale do Sinos, foi preso nesta terça-feira. O homem, que não teve identidade revelada pela Polícia Civil, foi detido durante cumprimento de mandado de prisão temporária.

Na ação comandada pela Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DPHPP) de São Leopoldo, com apoio da Brigada Militar, um adolescente, de 15 anos, foi apreendido em decorrência de mandado de internação provisória.

O policial militar foi morto no sábado, enquanto aguardava a esposa sair do trabalho em um mercado na rua Osvaldo de Andrade, bairro Duque de Caxias. Ele foi abordado por dois homens e, segundo a Polícia Civil, tentou reagir ao ataque, sendo alvejado por oito tiros. Os criminosos roubaram ainda a arma da vítima e fugiram em um Fiat Siena roubado. O veículo foi encontrado queimado no Morro do Paula – localizado no limite entre as cidades de São Leopoldo, Novo Hamburgo, Sapucaia do Sul e Gravataí. O carro apreendido para perícia.

Natural de Pelotas, Viegas residia em São Leopoldo e era soldado do 25º Batalhão de Polícia Militar (BPM). Ele deixa a mulher e três filhos - dois adolescentes gêmeos, de 13 anos, e uma menina, de quatro anos. O PM foi sepultado na segunda-feira, na cidade de Capão do Leão, região Sul do Estado. No momento do enterro, a Brigada Militar, Polícia Civil e Guarda Municipal realizaram, em São Leopoldo, uma carreata com as sirenes das viaturas acionadas em homenagem ao colega.