Preso ladrão que derrubava mulheres no chão para roubar celulares e pertences em Porto Alegre

Preso ladrão que derrubava mulheres no chão para roubar celulares e pertences em Porto Alegre

Reportagens do Correio do Povo e da TV Record RS destacaram recentemente alguns dos ataques com violência do criminoso

Correio do Povo

Renault Logan, usado nos ataques, foi apreendido

publicidade

A Polícia Civil anunciou na manhã desta terça-feira a prisão do assaltante que derrubava com violência mulheres no chão para roubar telefones celulares e pertences em Porto Alegre. A captura foi conduzida pela equipe da 15ª DP, sob comando do delegado Cesar Carrion. Um cúmplice do bandido ainda não foi identificado pelos agentes. Reportagens recentes do Correio do Povo e da TV Record RS destacaram os ataques registrados nos bairros Bela Vista e Mont’Serrat.

O criminoso, que usava tornozeleira eletrônica, foi localizado e detido no Campo da Tuca. A ação foi realizada na última segunda-feira.O Renault Logan, de cor branca, usado nos assaltos, foi apreendido junto. O veículo aparece em várias imagens de câmeras de monitoramento. As roupas usadas pelo criminoso preso nos ataques, vistas nas imagens, também foram recolhidas. Ele já possui antecedentes.

Ao menos nove casos são investigados desde julho deste ano nos bairros Mont´Serrat, Bela Vista, Auxiliadora, Floresta, Alto Petrópolis, São João e Jardim Carvalho. Além da 15ª DP, os roubos são apurados pela 3ª DP, 8ª DP e 18ª DP.

Uma das ocorrências, retratada na reportagem do Correio do Povo e da TV Record RS, ocorreu na rua Farnese, quase esquina com a rua Carlos Trein Filho, no bairro Mont´Serrat, no final da tarde do dia 17 deste mês.

Aguardando possivelmente um motorista de aplicativo na calçada, uma mulher foi derrubada no chão pelo bandido que desceu rapidamente do Renault Logan. O ladrão levou os pertences da vítima e fugiu no carro, onde o cúmplice aguardava-o na direção.

Em entrevista coletiva na manhã desta terça-feira no Palácio da Polícia, o titular da 15ª DP, Cesar Carrion, acredita que existam muito mais casos de ataques do criminoso, citando relatos ainda em fevereiro deste ano. “Vamos reunir mais provas”, afirmou Cesar Carrion, pretendendo chamar novas vítimas.

“O que chama a atenção é que todos os assaltos ocorreram durante o dia”, frisou, lembrando que o criminoso usava tornozeleira eletrônica e por isso não podia agir no período noturno. “Este tipo de roubo causa uma intranquilidade muito grande na cidade”, observou. O titular da 15ª DP garantiu que continua o trabalho investigativo.

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895