Presos mais dois suspeitos de participação no ataque ao Banco do Brasil em Criciúma, em SC

Presos mais dois suspeitos de participação no ataque ao Banco do Brasil em Criciúma, em SC

Casal foi localizado em um condomínio de alto padrão, na cidade Votorantim, em São Paulo

Correio do Povo

Houve a apreensão de sete celulares e documentos, entre outros

publicidade

Mais dois suspeitos de participação no ataque ao Banco do Brasil em Criciúma, em Santa Catarina, foram presos em São Paulo. Um paulista, de 41 anos, e uma catarinense, de 28 anos, foram localizados e detidos em um condomínio residencial de alto padrão, na cidade Votorantim (SP), onde estavam morando. Na época do roubo, ocorrido no final de novembro do ano passado, eles residiam na cidade catarinense de Penha.

As prisões foram efetuadas pela Delegacia de Roubos e Antissequestro da Diretoria Estadual de Investigações Criminais da Polícia Civil de Santa Catarina. O indivíduo capturado já tinha antecedentes por crimes de extorsão mediante sequestro e porte ilegal de arma de fogo. Sete telefones celulares, documentos e um saco com elásticos de borrachas, entre outros materiais, foram apreendidos na ação realizada em SP.

O casal foi transferido para Santa Catarina e agora vai responder juntamente com os demais réus ao processo. Em março deste ano, a Polícia Civil indiciou e o Ministério Público ajuizou ação criminal contra 16 pessoas por organização criminosa.

Todos os envolvidos, muitos dos quais ligados à facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), tiveram as prisões preventivas decretadas pela Justiça na primeira fase das investigações, com base nas informações e provas coletadas por todas as forças de segurança pública. Os policiais civis catarinenses vão prosseguir com as investigações para identificar e prender os demais responsáveis pelo ataque.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895