PRF resgata 15 pessoas em situação análoga à escravidão, em Canoas

PRF resgata 15 pessoas em situação análoga à escravidão, em Canoas

Vítimas viviam em um ônibus

Correio do Povo

publicidade

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) resgatou 15 pessoas em situação análoga à escravidão encontradas em um ônibus, em Canoas, região metropolitana de Porto Alegre. A ação aconteceu neste sábado.

Os agentes abordaram um ônibus que estava em mau estado de conservação. Durante a fiscalização, foram encontradas 15 pessoas em situação degradante. Dentro do veículo, colchões, roupas, alimentos e produtos estavam espalhados. 

As vítimas são de Alvorada e incluem dois menores. Elas vendiam massa de polir panelas nas ruas de municípios do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina e não possuíam direitos trabalhistas, nem condições de higiene e saúde.

Diante da situação, a equipe aprofundou a fiscalização e descobriu que já havia um pedido do Ministério Público do Trabalho de Santa Catarina à PRF para fiscalizar tal veículo e identicar ocupantes, já que havia uma denúncia de transporte de trabalhadores em situação análoga à escravidão.

O Condutor, o ajudante e todos os 15 trabalhadores foram encaminhados à Polícia Federal, em Porto Alegre, para registro da ocorrência. O ônibus foi removido por mau estado de conservação e 160 quilos de massa  recolhidos pela vigilância sanitária, já que não possuíam registro e licença nos órgãos sanitários. Os menores foram atendidos pelo Conselho Tutelar.

Veja Também


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895