PRF resgata cerca de 700 pássaros silvestres na BR 290, em Eldorado do Sul

PRF resgata cerca de 700 pássaros silvestres na BR 290, em Eldorado do Sul

Aves estavam em um veículo vindo da fronteira e que seguia para Santa Catarina, onde seriam comercializadas

Correio do Povo

Caixas de gaiolas estavam no porta-malas do carro

publicidade

A Polícia Rodoviária Federal resgatou em torno de 700 pássaros silvestres na madrugada desta quarta-feira na BR 290, em Eldorado do Sul. As aves da fauna nativa estavam sendo transportadas no porta-malas de um Fiat Siena, que foi abordado durante operação de combate ao crime.

Conforme o efetivo da PRF, as centenas de exemplares de cardeal, azulão, coleirinho, frade e pintassilgo encontravam-se dentro de caixas de gaiolas, em péssimas condições, aglomeradas, sem ventilação e iluminação. As aves foram entregues aos cuidados do Ibama.

O motorista, um baiano de 49 anos, vai responder pelo crime de maus tratos. Ele já havia sido flagrado outras oito vezes no mesmo tipo de ocorrência. O homem confessou que estava vindo da fronteira e pretendia levar os pássaros para serem vendidos em Santa Catarina.

PORTO ALEGRE

Já a Delegacia do Meio Ambiente apreendeu 31 aves silvestres na zona Sul de Porto Alegre. A ação da Delegacia do Meio Ambiente do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) ocorreu no bairro Camaquã. Segundo os policiais civis, a casa onde a busca foi realizada já havia sido alvo de cumprimento de ordem judicial em setembro de 2020, ocasião em que foram apreendidas mais de 60 aves mantidas de forma irregular pelo proprietário do local.

Além das aves, os agentes recolheram petrechos relacionados à captura e manutenção irregular de pássaros durante o cumprimento de mandado judicial de busca e apreensão na moradia. Técnicos da Secretaria Estadual do Meio Ambiente prestaram apoio.

VILA FLORES

Na Serra, os efetivos do 3° Batalhão Ambiental da Brigada Militar (3º BABM) e da Força Tática do 3° Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (3º BPAT) da Brigada Militar flagraram uma rinha de galo em um galpão de uma propriedade situada na zona rural do município.

No local, os policiais militares encontraram 40 galos da raça “índio combatente”, sendo que alguns com ferimentos aparentes devido às brigas. Medicamentos de uso veterinário, biqueiras e buchas de proteção de esporas utilizados nos animais foram também recolhidos. Diante do crime ambiental, um Termo Circunstanciado foi lavrado para o responsável pela rinha, um paranaense, de 49 anos.


Mais Lidas





Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895