Professor universitário é preso em flagrante por pedofilia em Porto Alegre
capa

Professor universitário é preso em flagrante por pedofilia em Porto Alegre

Paraense, de 27 anos, é acusado de ter abusado sexualmente de duas crianças

Por
Correio do Povo

Policiais apreenderam um notebook, uma máquina fotográfica e pen drives

publicidade

Um advogado e professor universitário foi preso em flagrante por pedofilia pela Polícia Civil na manhã desta sexta-feira no bairro Praia de Belas, em Porto Alegre. O paraense de 27 anos é acusado de ter abusado sexualmente de duas crianças, de nove e de dez anos de idade, no início deste ano. As vítimas teriam sido fotografadas durante os estupros.

Na ação, os agentes da Delegacia de Polícia para a Criança e o Adolescente Vítimas de Delitos (DPCAVD) do Departamento Estadual da Criança e do Adolescente apreenderam um notebook, uma máquina fotográfica e pen drives, além de dois celulares e um HD externo, contendo pornografia infantil. Todo o material será analisado pelo Instituto-Geral de Perícias.

A titular da DPCAVD, delegada Sabrina Dóris Teixeira, explicou que as duas vítimas foram abusadas em fevereiro, sendo aberto então o inquérito. Com a ação deflagrada nesta sexta-feira, a expectativa dos policiais civis é de que sejam encontradas as fotos das vítimas feitas pelo acusado para reforçar as provas.

“Encontramos vasto material de pedofilia infantil”, confirmou, revelando que algumas imagens indicam que se tratam de duas vítimas. “Não aparecem os rostos, mas os corpos”, afirmou a delegada Sabrina Dóris Teixeira. “Há imagens de outras crianças. Queremos descobrir outras vítimas”, adiantou. Além disso, o suspeito será indiciado pelo estupro de vulnerável. “No interrogatório, ele silenciou”, disse.