Quadrilha assalta banco e amarra supostos explosivos em gerente em Sagrada Família

Quadrilha assalta banco e amarra supostos explosivos em gerente em Sagrada Família

Durante o crime, outro grupo fazia a família do bancário refém

Por
Laura Gross / Rádio Guaíba

publicidade

Criminosos assaltaram, na manhã desta sexta-feira, uma agência do Sicredi em Sagrada Família, no Norte do Rio Grande do Sul. O gerente do banco teve supostos artefatos explosivos amarrados ao corpo durante o ataque. Um outro grupo manteve a família do bancário refém.

De acordo com a Polícia Civil, os criminosos chegaram à residência do gerente ainda na noite dessa quinta-feira. Pelo menos dois deles amarraram os artefatos ao corpo do bancário e o obrigaram a levá-los até a agência. Eles entraram, efetuaram o roubo e fugiram em um veículo do banco, deixando a vítima no local. O Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), antigo Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), teve de ser acionado para examinar o artefato suspeito.

Durante a fuga, eles se juntaram aos comparsas que faziam a família da vítima refém e se deslocaram em direção a Constantina. A família, liberada sem ferimentos, acionou a Polícia, que iniciou as buscas, até agora sem sucesso.

O veículo utilizado na fuga foi abandonado e localizado em uma lavoura no interior de Sagrada Família. A Polícia estima que o artefato seja apenas uma imitação de explosivo, com fiação ligada a um aparelho celular.