Quadrilha levou cerca de R$ 80 milhões no ataque ao Banco do Brasil de Criciúma

Quadrilha levou cerca de R$ 80 milhões no ataque ao Banco do Brasil de Criciúma

Valor já havia sido antecipado pela Record TV RS

Correio do Povo

Forças policiais foram mobilizadas após ação dos criminosos

publicidade

A informação antecipada com exclusividade há uma semana pela Record TV RS de que cerca de R$ 80 milhões foram roubados no ataque ao Banco do Brasil, na semana passada em Criciúma, foi confirmada pela Polícia Civil de Santa Catarina. Neste domingo, o titular da Delegacia de Roubos e Antissequestro da Diretoria Estadual de Investigações Criminais da Polícia Civil de SC, delegado Anselmo Cruz, revelou o mesmo valor como levado pela quadrilha. Trata-se do maior roubo da história catarinense.

Como muitas notas de reais ficaram danificadas, a contabilização final ainda está sendo realizada. Em torno de R$ 1 milhão foi recuperado nas horas seguintes do ataque, quando populares foram presos furtando cédulas de reais espalhado pelo chão e os policiais encontraram ainda um malote caído contendo dinheiro.

Até o momento já foram presos 12 suspeitos de envolvimento no ataque de Criciúma. Em Blumenau, entre a noite de sexta-feira e sábado passado, um indivíduo foi localizado pela Polícia Militar de SC em uma pousada situada no bairro Vila Nova.

Houve a apreensão de R$ 26,5 mil em espécie e de um veículo recém-adquirido, pago em dinheiro vivo, além de diversos chips de celulares, um caderno com anotações financeiras, dois telefones celulares e indícios de ligação com o caso. A ação teve a participação do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) da PMSC.

Na noite de quinta-feira, a Polícia Militar de São Paulo prendeu um casal em Campinas. Uma terceira pessoa estava sendo procurada. Antes, pela manhã os efetivos do BOPE da Brigada Militar e da PMSC prenderam um suspeito em uma propriedade entre Morrinhos do Sul e Três Cachoeiras. Depois, dois indivíduos foram presos pela Polícia Civil em uma residência de luxo em Gramado.

Já na última quarta-feira, cinco suspeitos foram presos pela Polícia Rodoviária Federal. Três deles foram abordados na BR 101, em Passo de Torres (SC), no final da tarde. Outros dois foram localizados na BR 116, em São Leopoldo, durante a noite. Na capital São Paulo, uma outra prisão também havia sido feita no dia.  

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895